🔥 | Latest

cujo: redita CO o olfatoe o sentido a memoria emocional OTACREDITANISSOOFICIAL EDITANISSO ⚠️ Marque os seus amigos! ↗️ . O estudo, da Universidade de Utrecht, na Holanda, reuniu 70 estudantes em uma sala. Eles assistiram a vídeos que deveriam provocar incômodo e aversão, como acidentes de carro e cenas de violência. Ao mesmo tempo em q os vídeos eram exibidos, os pesquisadores borrifaram aroma de cassis na sala, projetaram luzes coloridas na parede de fundo e tocaram uma música “neutra”. Uma semana depois, os participantes foram divididos em grupos: uma parte foi exposta ao cheiro de cassis, outra às luzes projetadas na parede e a terceira à mesma música que tocou durante a reprodução dos vídeos. Então, os pesquisadores pediram para q eles descrevessem o que tinham visto nos vídeos uma semana antes. O grupo q foi exposto ao aroma de cassis não apenas se lembrou de mais detalhes sobre os vídeos, mas também relatou mais desconforto e sensações mais intensas do que aqueles cujo estímulo foi feito pela música ou pelas luzes. A pesquisa conclui que o cheiro é um gatilho mais poderoso para a lembrança de memórias do que visão e audição. Ela evita dizer, porém, q o resultado prova o “fenômeno proustiano”. O trabalho também não se aprofunda nas razões biológicas por trás do fenômeno. O motivo é que, embora indique um poder maior nas memórias olfativas, o estudo é um dos poucos q investigaram o tema. Uma das sugestões da ciência sobre por que o efeito proustiano acontece está na anatomia do cérebro e na proximidade entre o centro de processamento de cheiros e as regiões que controlam emoções e memórias. O neurocientista Christian Jarrett, autor de livros sobre o tema e editor do blog de divulgação científica da Sociedade Britânica de Psicologia, publicou em 2012 um texto em que fala sobre essa hipótese: o bulbo olfativo, que processa aromas, está em uma região do cérebro relativamente mais próxima do hipocampo e da amídala, que processam memórias e emoções, do que as áreas responsáveis pela visão e audição. Fonte: nexojornal . ❗SIGAM a ADM ➡️ @Nandinhatw
cujo: redita
 CO
 o olfatoe o sentido
 a memoria emocional
 OTACREDITANISSOOFICIAL
 EDITANISSO
⚠️ Marque os seus amigos! ↗️ . O estudo, da Universidade de Utrecht, na Holanda, reuniu 70 estudantes em uma sala. Eles assistiram a vídeos que deveriam provocar incômodo e aversão, como acidentes de carro e cenas de violência. Ao mesmo tempo em q os vídeos eram exibidos, os pesquisadores borrifaram aroma de cassis na sala, projetaram luzes coloridas na parede de fundo e tocaram uma música “neutra”. Uma semana depois, os participantes foram divididos em grupos: uma parte foi exposta ao cheiro de cassis, outra às luzes projetadas na parede e a terceira à mesma música que tocou durante a reprodução dos vídeos. Então, os pesquisadores pediram para q eles descrevessem o que tinham visto nos vídeos uma semana antes. O grupo q foi exposto ao aroma de cassis não apenas se lembrou de mais detalhes sobre os vídeos, mas também relatou mais desconforto e sensações mais intensas do que aqueles cujo estímulo foi feito pela música ou pelas luzes. A pesquisa conclui que o cheiro é um gatilho mais poderoso para a lembrança de memórias do que visão e audição. Ela evita dizer, porém, q o resultado prova o “fenômeno proustiano”. O trabalho também não se aprofunda nas razões biológicas por trás do fenômeno. O motivo é que, embora indique um poder maior nas memórias olfativas, o estudo é um dos poucos q investigaram o tema. Uma das sugestões da ciência sobre por que o efeito proustiano acontece está na anatomia do cérebro e na proximidade entre o centro de processamento de cheiros e as regiões que controlam emoções e memórias. O neurocientista Christian Jarrett, autor de livros sobre o tema e editor do blog de divulgação científica da Sociedade Britânica de Psicologia, publicou em 2012 um texto em que fala sobre essa hipótese: o bulbo olfativo, que processa aromas, está em uma região do cérebro relativamente mais próxima do hipocampo e da amídala, que processam memórias e emoções, do que as áreas responsáveis pela visão e audição. Fonte: nexojornal . ❗SIGAM a ADM ➡️ @Nandinhatw

⚠️ Marque os seus amigos! ↗️ . O estudo, da Universidade de Utrecht, na Holanda, reuniu 70 estudantes em uma sala. Eles assistiram a víde...

cujo: AGvedna Miojo vale mais do que cigarr nos presidios dos EUA O/ACREDITANIss00FICIAL COACREDITANISSO @AcreditaNisso? Na série OrangeIsTheNewBlack, o corte de gastos na prisão faz a comida do refeitório ficar tão ruim que temperos de miojo viram, por um tempo, moeda de troca. Isso não está tão distante da realidade: nos presídios dos EUA, a coisa está tão feia que macarrão instantâneo está valendo mais do que cigarros. Quem diz é o sociólogo Michael Gibson-Light, da Univeridade do Arizona. Em um estudo, ele entrevistou 60 presidiários ao longo de um ano, em uma prisão privada dos EUA - que não foi identificada para proteger a identidade dos entrevistados. Gibson-Light descobriu que, assim como na série da Netflix, a qualidade e a quantidade da comida nas cadeias está caindo tanto que o miojo se tornou uma mina de ouro: calórico, saboroso e barato, ele é ideal para as pessoas encarceradas, cujo maior passatempo é se exercitar - o macarrão instantâneo dá a elas a energia que falta. Hoje, miojo é mais valioso do que cigarros e selos - as lendárias moedas informais das prisões. E vale muito mesmo: apesar de custar só 59 centavos de dólar na lojinha da cadeia, no "mercado negro" dá para trocar dois pacotes por um conjunto de moletom (que custaria US$ 11,30) e um pacote por um maço de cigarros (US$ 2). Alguns presos até fazem a limpeza ou lavam roupas para outros em troca do macarrão instantâneo; outros jogam cartas apostando a "moeda". Um dos entrevistados no estudo chega a dizer que já viu brigas e até mortes por causa do miojo. A coisa ficou tão popular que já existe até um livro de receitas para macarrão instantâneo "de cadeia", chamado Prison Ramen: Recipes and Stories From Behind Bars (algo como Miojo de Prisão: Receitas e Histórias Por Trás das Barras), de um ex-presidiário chamado Gustavo "Goose" Alvarez. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw (ADM) 💋
cujo: AGvedna
 Miojo vale mais do que
 cigarr
 nos presidios
 dos
 EUA
 O/ACREDITANIss00FICIAL
 COACREDITANISSO
@AcreditaNisso? Na série OrangeIsTheNewBlack, o corte de gastos na prisão faz a comida do refeitório ficar tão ruim que temperos de miojo viram, por um tempo, moeda de troca. Isso não está tão distante da realidade: nos presídios dos EUA, a coisa está tão feia que macarrão instantâneo está valendo mais do que cigarros. Quem diz é o sociólogo Michael Gibson-Light, da Univeridade do Arizona. Em um estudo, ele entrevistou 60 presidiários ao longo de um ano, em uma prisão privada dos EUA - que não foi identificada para proteger a identidade dos entrevistados. Gibson-Light descobriu que, assim como na série da Netflix, a qualidade e a quantidade da comida nas cadeias está caindo tanto que o miojo se tornou uma mina de ouro: calórico, saboroso e barato, ele é ideal para as pessoas encarceradas, cujo maior passatempo é se exercitar - o macarrão instantâneo dá a elas a energia que falta. Hoje, miojo é mais valioso do que cigarros e selos - as lendárias moedas informais das prisões. E vale muito mesmo: apesar de custar só 59 centavos de dólar na lojinha da cadeia, no "mercado negro" dá para trocar dois pacotes por um conjunto de moletom (que custaria US$ 11,30) e um pacote por um maço de cigarros (US$ 2). Alguns presos até fazem a limpeza ou lavam roupas para outros em troca do macarrão instantâneo; outros jogam cartas apostando a "moeda". Um dos entrevistados no estudo chega a dizer que já viu brigas e até mortes por causa do miojo. A coisa ficou tão popular que já existe até um livro de receitas para macarrão instantâneo "de cadeia", chamado Prison Ramen: Recipes and Stories From Behind Bars (algo como Miojo de Prisão: Receitas e Histórias Por Trás das Barras), de um ex-presidiário chamado Gustavo "Goose" Alvarez. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw (ADM) 💋

@AcreditaNisso? Na série OrangeIsTheNewBlack, o corte de gastos na prisão faz a comida do refeitório ficar tão ruim que temperos de miojo...

cujo: Voce pode se relacionar com a pessoa mais linda mais rica, mais famosa mais culta e inteligente da face da terra, mas se Deus nao estiver nisso, se nao for pela permissao dEle, acredite, nao dara certo. @Cecilia Sfalsin É triste olhar para estes relacionamentos folhas secas, que ficam presos por um galinho só na árvore e quando o vento sopra a coisa desanda. É tanta gente por ai namorando sozinho(a), tentando fazer com que o mundo saiba que o seu relacionamento com fulano(a) é sério, postando fotos com sorrisos de canto a canto, tentando fazer com que todos entendam que ali há respeito, amor, dedicação, carinho e bem la no íntimo da sua alma sabe que os sentimentos não são recíprocos. É tanta gente criando contas no facebook com o nome dele(a) só para ter como justificar que ali o compromisso é cerrado, quando na verdade a pessoa cujo o perfil se refere nem faz questão que os outros saibam, é triste, muito triste ver a empolgação só de um lado enquanto que o outro é frio, seco e não esta nem ai. Sabe gente, não há relacionamento bonito onde só um carrega sentimentos, onde só um demonstra, e é por isso que Deus deixa claro em sua palavra que se não houver acordo não há aliança, não há felicidade, não há futuro. Ambos precisam ter a mesma visão, a mesma fé, os mesmos sentimentos e se possível for os mesmos sonhos sem um querer atropelar o outro no caminho. Pensamentos diferentes quase sempre trazem atritos e na maioria das vezes causando feridas graves no coração. É claro que ninguém é perfeito e que não existe vida a dois a mil maravilhas, mas quando se há uma aprovação do alto, quando realmente é pra ser, quando o par é "perfeito" tudo que precisa ser resolvido, tudo que precisa ser ajeitado acontece sem um abandonar o outro em suas certezas, há conversa, há diálogo, há Deus direcionando e há o amor verdadeiro trazendo renovo e reconciliação. Portanto, antes de você sair por ai reclamando que ninguém te ama, ninguém te quer, que a sorte amorosa não bateu em sua porta ainda ou que a sua idade esta passando e todos a sua volta estão te cobrando com aquela pergunta chata e invasiva do tipo "nossa, você não vai casar não?, lembre-se que há um tempo certo pra tudo e que ninguém tem nada a ver com a sua vida e suas decisões do coração e que é melhor esperar em Deus do que viver se alimentando de frustrações. Ele é fiel, e sabe muito bem o que é melhor pra gente. Cecilia Sfalsin
cujo: Voce pode se relacionar
 com a pessoa mais linda
 mais rica, mais famosa
 mais culta e inteligente da
 face da terra, mas se Deus
 nao estiver nisso, se nao
 for pela permissao dEle,
 acredite, nao dara certo.
 @Cecilia Sfalsin
É triste olhar para estes relacionamentos folhas secas, que ficam presos por um galinho só na árvore e quando o vento sopra a coisa desanda. É tanta gente por ai namorando sozinho(a), tentando fazer com que o mundo saiba que o seu relacionamento com fulano(a) é sério, postando fotos com sorrisos de canto a canto, tentando fazer com que todos entendam que ali há respeito, amor, dedicação, carinho e bem la no íntimo da sua alma sabe que os sentimentos não são recíprocos. É tanta gente criando contas no facebook com o nome dele(a) só para ter como justificar que ali o compromisso é cerrado, quando na verdade a pessoa cujo o perfil se refere nem faz questão que os outros saibam, é triste, muito triste ver a empolgação só de um lado enquanto que o outro é frio, seco e não esta nem ai. Sabe gente, não há relacionamento bonito onde só um carrega sentimentos, onde só um demonstra, e é por isso que Deus deixa claro em sua palavra que se não houver acordo não há aliança, não há felicidade, não há futuro. Ambos precisam ter a mesma visão, a mesma fé, os mesmos sentimentos e se possível for os mesmos sonhos sem um querer atropelar o outro no caminho. Pensamentos diferentes quase sempre trazem atritos e na maioria das vezes causando feridas graves no coração. É claro que ninguém é perfeito e que não existe vida a dois a mil maravilhas, mas quando se há uma aprovação do alto, quando realmente é pra ser, quando o par é "perfeito" tudo que precisa ser resolvido, tudo que precisa ser ajeitado acontece sem um abandonar o outro em suas certezas, há conversa, há diálogo, há Deus direcionando e há o amor verdadeiro trazendo renovo e reconciliação. Portanto, antes de você sair por ai reclamando que ninguém te ama, ninguém te quer, que a sorte amorosa não bateu em sua porta ainda ou que a sua idade esta passando e todos a sua volta estão te cobrando com aquela pergunta chata e invasiva do tipo "nossa, você não vai casar não?, lembre-se que há um tempo certo pra tudo e que ninguém tem nada a ver com a sua vida e suas decisões do coração e que é melhor esperar em Deus do que viver se alimentando de frustrações. Ele é fiel, e sabe muito bem o que é melhor pra gente. Cecilia Sfalsin

É triste olhar para estes relacionamentos folhas secas, que ficam presos por um galinho só na árvore e quando o vento sopra a coisa desan...

cujo: Found this doggo in in trash. he is my friend now. his name is Cujo
cujo: Found this doggo in in trash. he is my friend now. his name is Cujo

Found this doggo in in trash. he is my friend now. his name is Cujo

cujo: Miojo vale mais do que cigarro nos presidios dos EUA O/ACREDITANIssooFICIAL SSO @AcreditaNisso? Na série OrangeIsTheNewBlack, o corte de gastos na prisão faz a comida do refeitório ficar tão ruim que temperos de miojo viram, por um tempo, moeda de troca. Isso não está tão distante da realidade: nos presídios dos EUA, a coisa está tão feia que macarrão instantâneo está valendo mais do que cigarros. Quem diz é o sociólogo Michael Gibson-Light, da Univeridade do Arizona. Em um estudo, ele entrevistou 60 presidiários ao longo de um ano, em uma prisão privada dos EUA - que não foi identificada para proteger a identidade dos entrevistados. Gibson-Light descobriu que, assim como na série da Netflix, a qualidade e a quantidade da comida nas cadeias está caindo tanto que o miojo se tornou uma mina de ouro: calórico, saboroso e barato, ele é ideal para as pessoas encarceradas, cujo maior passatempo é se exercitar - o macarrão instantâneo dá a elas a energia que falta. Hoje, miojo é mais valioso do que cigarros e selos - as lendárias moedas informais das prisões. E vale muito mesmo: apesar de custar só 59 centavos de dólar na lojinha da cadeia, no "mercado negro" dá para trocar dois pacotes por um conjunto de moletom (que custaria US$ 11,30) e um pacote por um maço de cigarros (US$ 2). Alguns presos até fazem a limpeza ou lavam roupas para outros em troca do macarrão instantâneo; outros jogam cartas apostando a "moeda". Um dos entrevistados no estudo chega a dizer que já viu brigas e até mortes por causa do miojo. A coisa ficou tão popular que já existe até um livro de receitas para macarrão instantâneo "de cadeia", chamado Prison Ramen: Recipes and Stories From Behind Bars (algo como Miojo de Prisão: Receitas e Histórias Por Trás das Barras), de um ex-presidiário chamado Gustavo "Goose" Alvarez. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw (ADM)
cujo: Miojo vale mais do que
 cigarro nos presidios
 dos
 EUA
 O/ACREDITANIssooFICIAL
 SSO
@AcreditaNisso? Na série OrangeIsTheNewBlack, o corte de gastos na prisão faz a comida do refeitório ficar tão ruim que temperos de miojo viram, por um tempo, moeda de troca. Isso não está tão distante da realidade: nos presídios dos EUA, a coisa está tão feia que macarrão instantâneo está valendo mais do que cigarros. Quem diz é o sociólogo Michael Gibson-Light, da Univeridade do Arizona. Em um estudo, ele entrevistou 60 presidiários ao longo de um ano, em uma prisão privada dos EUA - que não foi identificada para proteger a identidade dos entrevistados. Gibson-Light descobriu que, assim como na série da Netflix, a qualidade e a quantidade da comida nas cadeias está caindo tanto que o miojo se tornou uma mina de ouro: calórico, saboroso e barato, ele é ideal para as pessoas encarceradas, cujo maior passatempo é se exercitar - o macarrão instantâneo dá a elas a energia que falta. Hoje, miojo é mais valioso do que cigarros e selos - as lendárias moedas informais das prisões. E vale muito mesmo: apesar de custar só 59 centavos de dólar na lojinha da cadeia, no "mercado negro" dá para trocar dois pacotes por um conjunto de moletom (que custaria US$ 11,30) e um pacote por um maço de cigarros (US$ 2). Alguns presos até fazem a limpeza ou lavam roupas para outros em troca do macarrão instantâneo; outros jogam cartas apostando a "moeda". Um dos entrevistados no estudo chega a dizer que já viu brigas e até mortes por causa do miojo. A coisa ficou tão popular que já existe até um livro de receitas para macarrão instantâneo "de cadeia", chamado Prison Ramen: Recipes and Stories From Behind Bars (algo como Miojo de Prisão: Receitas e Histórias Por Trás das Barras), de um ex-presidiário chamado Gustavo "Goose" Alvarez. Fonte: SuperInteressante . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw (ADM)

@AcreditaNisso? Na série OrangeIsTheNewBlack, o corte de gastos na prisão faz a comida do refeitório ficar tão ruim que temperos de miojo...

cujo: AGedika Pessoas casadas sao menos estressadas do que o restante @AcreditaNisso? Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, afirma que pessoas casadas são menos estressadas do que as solteiras, divorciadas ou viúvas. Na pesquisa publicada no periódico Psychoneuroendocrinology, os cientistas explicam que, ao longo de três dias não-consecutivos, coletaram várias amostras de saliva de 572 adultos com idades entre 21 e 55 anos. Em seguida, foram feitos testes para saber quais eram os níveis de cortisol, hormônio cujos altos índices estão associados com estresse prolongado e o desenvolvimento de doenças, em cada uma das amostras. Observou-se que os participantes casados tinham níveis menores de cortisol e que, mesmo em momentos do dia em que o índice costuma estar mais alto, apresentavam uma queda mais rápida do que quem tinha outro status de relacionamento. "Esses dados fornecem uma forma de entender melhor como nossa relações íntimas e sociais podem influenciar nossa saúde", disse o coautor Sheldon Cohen no anúncio do estudo. De fato, a ciência vem cada vez mais buscando formas de compreender como os aspectos sociais podem afetar os relacionamentos e a saúde das pessoas. Fonte: correiodoestado . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw (ADM)
cujo: AGedika
 Pessoas casadas sao
 menos estressadas do
 que o restante
@AcreditaNisso? Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, afirma que pessoas casadas são menos estressadas do que as solteiras, divorciadas ou viúvas. Na pesquisa publicada no periódico Psychoneuroendocrinology, os cientistas explicam que, ao longo de três dias não-consecutivos, coletaram várias amostras de saliva de 572 adultos com idades entre 21 e 55 anos. Em seguida, foram feitos testes para saber quais eram os níveis de cortisol, hormônio cujos altos índices estão associados com estresse prolongado e o desenvolvimento de doenças, em cada uma das amostras. Observou-se que os participantes casados tinham níveis menores de cortisol e que, mesmo em momentos do dia em que o índice costuma estar mais alto, apresentavam uma queda mais rápida do que quem tinha outro status de relacionamento. "Esses dados fornecem uma forma de entender melhor como nossa relações íntimas e sociais podem influenciar nossa saúde", disse o coautor Sheldon Cohen no anúncio do estudo. De fato, a ciência vem cada vez mais buscando formas de compreender como os aspectos sociais podem afetar os relacionamentos e a saúde das pessoas. Fonte: correiodoestado . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw (ADM)

@AcreditaNisso? Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, afirma que pessoas casadas são...

cujo: Acedia Apos 38 anos de busca, mulher reencontra enfermeira que salvou sua vida /ACREDITANIssooFICIAL ACREDITANIsso @AcreditaNisso? Quando bebê, Amanda Scarpinati chegou ao Centro médico em Albany, Estados Unidos, com queimaduras graves causados por um vaporizador caseiro. Durante o processo de reabilitação uma jovem enfermeira cuidava dela. Suas fotos foram publicadas no relatório anual do hospital em 1977, que Amanda manteve durante toda sua vida na esperança de um dia poder encontrar aquela mulher e agradece-la pelo que havia feito por ela. Estas imagens deram força a menina nos momentos mais difíceis da sua vida: “Ela encontrou conforto nessas imagens fabulosas da enfermeira que eu não conhecia, mas que havia cuidado de mim. Vendo essas fotos podia sentir sua compaixão e amor”. Por muitos anos, Amanda tentou, sem sucesso, encontrar a enfermeira cujo nome não foi mencionado nesse anuário. Em uma de suas tentativas, ele pediu ajuda nas redes sociais, divulgando sua história e as fotos no Facebook. A resposta veio principalmente durante o dia: o jovem enfermeira é Susan Berger. Susan se lembrou de Amanda: “Foi tão tranquilo Normalmente, as crianças após o a cirurgia dormem ou chorara, mas ela não… tão calma e confiante. Foi fabuloso”. Duas semanas depois, elas encontraram-se no mesmo centro médico onde sua história começou há 38 anos. Nas fotos Susan tinha apenas 21 anos de idade e a bebê em seus braços era um de seus primeiros pacientes. “Eu não sei quantas outras enfermeiras têm a sorte de encontrar uma pessoa que irá lembrar delas por muito tempo“, diz Susan. Amanda publicou algumas fotos do reencontro em sua página no Facebook (www.facebook.com-pg-burnedbaby). Fonte: ZipBr . SIGAM-ME OS BONS➡️ @Nandinhatw (ADM)
cujo: Acedia
 Apos 38 anos de busca, mulher
 reencontra enfermeira que
 salvou sua vida
 /ACREDITANIssooFICIAL
 ACREDITANIsso
@AcreditaNisso? Quando bebê, Amanda Scarpinati chegou ao Centro médico em Albany, Estados Unidos, com queimaduras graves causados por um vaporizador caseiro. Durante o processo de reabilitação uma jovem enfermeira cuidava dela. Suas fotos foram publicadas no relatório anual do hospital em 1977, que Amanda manteve durante toda sua vida na esperança de um dia poder encontrar aquela mulher e agradece-la pelo que havia feito por ela. Estas imagens deram força a menina nos momentos mais difíceis da sua vida: “Ela encontrou conforto nessas imagens fabulosas da enfermeira que eu não conhecia, mas que havia cuidado de mim. Vendo essas fotos podia sentir sua compaixão e amor”. Por muitos anos, Amanda tentou, sem sucesso, encontrar a enfermeira cujo nome não foi mencionado nesse anuário. Em uma de suas tentativas, ele pediu ajuda nas redes sociais, divulgando sua história e as fotos no Facebook. A resposta veio principalmente durante o dia: o jovem enfermeira é Susan Berger. Susan se lembrou de Amanda: “Foi tão tranquilo Normalmente, as crianças após o a cirurgia dormem ou chorara, mas ela não… tão calma e confiante. Foi fabuloso”. Duas semanas depois, elas encontraram-se no mesmo centro médico onde sua história começou há 38 anos. Nas fotos Susan tinha apenas 21 anos de idade e a bebê em seus braços era um de seus primeiros pacientes. “Eu não sei quantas outras enfermeiras têm a sorte de encontrar uma pessoa que irá lembrar delas por muito tempo“, diz Susan. Amanda publicou algumas fotos do reencontro em sua página no Facebook (www.facebook.com-pg-burnedbaby). Fonte: ZipBr . SIGAM-ME OS BONS➡️ @Nandinhatw (ADM)

@AcreditaNisso? Quando bebê, Amanda Scarpinati chegou ao Centro médico em Albany, Estados Unidos, com queimaduras graves causados por um...

cujo: cirurgia de Alzheimer feita na Paraiba recupera memoria de paciente QACREDITANIsso ACREDITANISSOOFI @AcreditaNisso? Foi realizada, pela primeira vez na Paraíba, a ‘estimulação cerebral profunda’ em paciente com mal de Alzheimer. A cirurgia é capaz de frear a evolução da doença e recuperar as funções da memória quando o problema está em estágio inicial. A intervenção aconteceu no dia 11 de dezembro, no Hospital Napoleão Laureano, em um paciente de 77 anos. Estima-se que, no Brasil, 1 milhão e 200 mil pessoas possuem o Alzheimer. O hospital não revela a identidade do paciente. De acordo com o neurocirurgião Rodrigo Marmo, que realizou a cirurgia, a melhora da função da memória é comprovada e tem se mostrado em ressonâncias realizadas nos pacientes um ano depois da operação. “Há um aumento do volume do hipocampo, que é a parte do cérebro que controla a memória”, observou. Os médicos também se baseiam num exame chamado PET-Scan, que mede o metabolismo cerebral. Ele se modifica após a cirurgia no paciente com Alzheimer, e áreas da memória que estavam com pouco metabolismo se tornam mais ‘quentes’, segundo o especialista. O idoso estava perdendo a memória e a medicação que tomava há um ano e meio fazia pouco efeito. A esposa do paciente, que não teve seu nome divulgado, afirmou que toda a família ficou entusiasmada ao saber da possibilidade de cirurgia: “Tínhamos a opção de investir na cirurgia, cujos benefícios ainda não podemos ver, ou ficávamos na administração normal da medicação sem saber o destino. Optamos por lutar pela cirurgia. Fomos à Justiça e conseguimos que fosse realizada”, comemorou. O paciente paraibano foi operado na manhã da sexta-feira e recebeu alta no domingo, sem intercorrência neurológica. A melhora é progressiva, mas só após 30 dias é possível perceber alguma evolução. Fonte: Sul21 . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw
cujo: cirurgia de Alzheimer feita
 na Paraiba recupera
 memoria de paciente
 QACREDITANIsso
 ACREDITANISSOOFI
@AcreditaNisso? Foi realizada, pela primeira vez na Paraíba, a ‘estimulação cerebral profunda’ em paciente com mal de Alzheimer. A cirurgia é capaz de frear a evolução da doença e recuperar as funções da memória quando o problema está em estágio inicial. A intervenção aconteceu no dia 11 de dezembro, no Hospital Napoleão Laureano, em um paciente de 77 anos. Estima-se que, no Brasil, 1 milhão e 200 mil pessoas possuem o Alzheimer. O hospital não revela a identidade do paciente. De acordo com o neurocirurgião Rodrigo Marmo, que realizou a cirurgia, a melhora da função da memória é comprovada e tem se mostrado em ressonâncias realizadas nos pacientes um ano depois da operação. “Há um aumento do volume do hipocampo, que é a parte do cérebro que controla a memória”, observou. Os médicos também se baseiam num exame chamado PET-Scan, que mede o metabolismo cerebral. Ele se modifica após a cirurgia no paciente com Alzheimer, e áreas da memória que estavam com pouco metabolismo se tornam mais ‘quentes’, segundo o especialista. O idoso estava perdendo a memória e a medicação que tomava há um ano e meio fazia pouco efeito. A esposa do paciente, que não teve seu nome divulgado, afirmou que toda a família ficou entusiasmada ao saber da possibilidade de cirurgia: “Tínhamos a opção de investir na cirurgia, cujos benefícios ainda não podemos ver, ou ficávamos na administração normal da medicação sem saber o destino. Optamos por lutar pela cirurgia. Fomos à Justiça e conseguimos que fosse realizada”, comemorou. O paciente paraibano foi operado na manhã da sexta-feira e recebeu alta no domingo, sem intercorrência neurológica. A melhora é progressiva, mas só após 30 dias é possível perceber alguma evolução. Fonte: Sul21 . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw

@AcreditaNisso? Foi realizada, pela primeira vez na Paraíba, a ‘estimulação cerebral profunda’ em paciente com mal de Alzheimer. A cirurg...

cujo: zinhos do que Chihuahuas OACREDITANIsso /ACREDITANIssooFICIAL @AcreditaNisso? Apesar da fama e da cara de mau, pitbulls não são mais agressivos do que a maior parte das outras raças de cachorro. Pelo contrário, na escala bonzinho-malvado, eles ficam mais para o lado dos cuti-cuti do que para o dos vilões. A conclusão foi tirada de uma pesquisa online feita com mais de 4.000 donos de cães. No questionário, os humanos tinham de responder o quão agressivos eram os seus pets em relação a pessoas novas e conhecidas, em relação a cachorros novos e conhecidos, e em relação a crianças novas e conhecidas. No geral, quase todas as raças foram avaliadas como tranquilas por seus donos – inclusive os pitbulls, que foram chamados de “raramente agressivos”. De longe, os chihuahuas foram o que receberam a nota de mais estressados e os que tinham mais chance de atacar – especialmente cães maiores que eles não conheciam (ou seja, praticamente qualquer outro cachorro). Pitbulls foram avaliados como uma das espécies menos agressivas – ficaram atrás, inclusive, dos schnauzers. Os únicos ainda mais bonzinhos foram os pugs, os collies e o King Charles Cavalier, cujos donos declararam que eles “nunca” atacam ninguém. De acordo com os donos do site que organizou a pesquisa, o Dognition, pitbulls sofrem de dois males na sociedade: o preconceito e a ignorância. De acordo com os proprietários Brian Hare e Vanessa Woods, a raça recebe muita atenção por ser violenta – notícias de que um pitbull atacou alguém circulam muito mais do que quando outro tipo de cachorro faz a mesma coisa. Segundo eles, também, boa parte das pessoas sequer sabe reconhecer um pitbull quando veem um pela rua. A raça costuma ser confundida com bull terrier ingleses ou com staffbull terriers, por exemplo. “Por enquanto, não é possível dizer se um cachorro é agressivo pela aparência, assim como não dá para afirmar isso pela cara das pessoas”, escreveram os especialistas na revista Atlantic. Os pitbulls respiram aliviados. . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw
cujo: zinhos
 do
 que
 Chihuahuas
 OACREDITANIsso
 /ACREDITANIssooFICIAL
@AcreditaNisso? Apesar da fama e da cara de mau, pitbulls não são mais agressivos do que a maior parte das outras raças de cachorro. Pelo contrário, na escala bonzinho-malvado, eles ficam mais para o lado dos cuti-cuti do que para o dos vilões. A conclusão foi tirada de uma pesquisa online feita com mais de 4.000 donos de cães. No questionário, os humanos tinham de responder o quão agressivos eram os seus pets em relação a pessoas novas e conhecidas, em relação a cachorros novos e conhecidos, e em relação a crianças novas e conhecidas. No geral, quase todas as raças foram avaliadas como tranquilas por seus donos – inclusive os pitbulls, que foram chamados de “raramente agressivos”. De longe, os chihuahuas foram o que receberam a nota de mais estressados e os que tinham mais chance de atacar – especialmente cães maiores que eles não conheciam (ou seja, praticamente qualquer outro cachorro). Pitbulls foram avaliados como uma das espécies menos agressivas – ficaram atrás, inclusive, dos schnauzers. Os únicos ainda mais bonzinhos foram os pugs, os collies e o King Charles Cavalier, cujos donos declararam que eles “nunca” atacam ninguém. De acordo com os donos do site que organizou a pesquisa, o Dognition, pitbulls sofrem de dois males na sociedade: o preconceito e a ignorância. De acordo com os proprietários Brian Hare e Vanessa Woods, a raça recebe muita atenção por ser violenta – notícias de que um pitbull atacou alguém circulam muito mais do que quando outro tipo de cachorro faz a mesma coisa. Segundo eles, também, boa parte das pessoas sequer sabe reconhecer um pitbull quando veem um pela rua. A raça costuma ser confundida com bull terrier ingleses ou com staffbull terriers, por exemplo. “Por enquanto, não é possível dizer se um cachorro é agressivo pela aparência, assim como não dá para afirmar isso pela cara das pessoas”, escreveram os especialistas na revista Atlantic. Os pitbulls respiram aliviados. . SIGAM-ME OS BONS ➡️ @Nandinhatw

@AcreditaNisso? Apesar da fama e da cara de mau, pitbulls não são mais agressivos do que a maior parte das outras raças de cachorro. Pelo...

cujo: AGedita Nisso? Apos 38 anos de busca, mulher reencontra enfermeira que salvou sua vida IAL @ACREDITANIsso @AcreditaNisso? Quando bebê, Amanda Scarpinati chegou ao Centro médico em Albany, Estados Unidos, com queimaduras graves causados por um vaporizador caseiro. Durante o processo de reabilitação uma jovem enfermeira cuidava dela. Suas fotos foram publicadas no relatório anual do hospital em 1977, que Amanda manteve durante toda sua vida na esperança de um dia poder encontrar aquela mulher e agradece-la pelo que havia feito por ela. Estas imagens deram força a menina nos momentos mais difíceis da sua vida: “Ela encontrou conforto nessas imagens fabulosas da enfermeira que eu não conhecia, mas que havia cuidado de mim. Vendo essas fotos podia sentir sua compaixão e amor”. Por muitos anos, Amanda tentou, sem sucesso, encontrar a enfermeira cujo nome não foi mencionado nesse anuário. Em uma de suas tentativas, ele pediu ajuda nas redes sociais, divulgando sua história e as fotos no Facebook. A resposta veio principalmente durante o dia: o jovem enfermeira é Susan Berger. Susan se lembrou de Amanda: “Foi tão tranquilo Normalmente, as crianças após o a cirurgia dormem ou chorara, mas ela não… tão calma e confiante. Foi fabuloso”. Duas semanas depois, elas encontraram-se no mesmo centro médico onde sua história começou há 38 anos. Nas fotos Susan tinha apenas 21 anos de idade e a bebê em seus braços era um de seus primeiros pacientes. “Eu não sei quantas outras enfermeiras têm a sorte de encontrar uma pessoa que irá lembrar delas por muito tempo“, diz Susan. Amanda publicou algumas fotos do reencontro em sua página no Facebook (www.facebook.com-pg-burnedbaby). Fonte: ZipBr . SIGAM-ME OS BONS 👉 @Nandinhatw
cujo: AGedita
 Nisso?
 Apos 38 anos de busca, mulher
 reencontra enfermeira que
 salvou sua vida
 IAL @ACREDITANIsso
@AcreditaNisso? Quando bebê, Amanda Scarpinati chegou ao Centro médico em Albany, Estados Unidos, com queimaduras graves causados por um vaporizador caseiro. Durante o processo de reabilitação uma jovem enfermeira cuidava dela. Suas fotos foram publicadas no relatório anual do hospital em 1977, que Amanda manteve durante toda sua vida na esperança de um dia poder encontrar aquela mulher e agradece-la pelo que havia feito por ela. Estas imagens deram força a menina nos momentos mais difíceis da sua vida: “Ela encontrou conforto nessas imagens fabulosas da enfermeira que eu não conhecia, mas que havia cuidado de mim. Vendo essas fotos podia sentir sua compaixão e amor”. Por muitos anos, Amanda tentou, sem sucesso, encontrar a enfermeira cujo nome não foi mencionado nesse anuário. Em uma de suas tentativas, ele pediu ajuda nas redes sociais, divulgando sua história e as fotos no Facebook. A resposta veio principalmente durante o dia: o jovem enfermeira é Susan Berger. Susan se lembrou de Amanda: “Foi tão tranquilo Normalmente, as crianças após o a cirurgia dormem ou chorara, mas ela não… tão calma e confiante. Foi fabuloso”. Duas semanas depois, elas encontraram-se no mesmo centro médico onde sua história começou há 38 anos. Nas fotos Susan tinha apenas 21 anos de idade e a bebê em seus braços era um de seus primeiros pacientes. “Eu não sei quantas outras enfermeiras têm a sorte de encontrar uma pessoa que irá lembrar delas por muito tempo“, diz Susan. Amanda publicou algumas fotos do reencontro em sua página no Facebook (www.facebook.com-pg-burnedbaby). Fonte: ZipBr . SIGAM-ME OS BONS 👉 @Nandinhatw

@AcreditaNisso? Quando bebê, Amanda Scarpinati chegou ao Centro médico em Albany, Estados Unidos, com queimaduras graves causados por um...